Jornal Antena - Encantado RS

Saturday, Apr 04th

Last update03:55:21 PM GMT

Você está na seção:

Vale do Taquari

Sicredi Região dos Vales entrega os 21 automóveis da Promoção Aniversário Premiado

E-mail

 

O Sicredi Região dos Vales realizou na sexta-feira, dia 7 de julho, a entrega dos 21 automóveis (Onix 1.0) da Promoção Aniversário Premiado, sendo um por agência. Os sorteios ocorreram no último domingo, dia 2, durante a festa dos seus 35 anos.
A Promoção, que iniciou em julho de 2016, foi a maior já realizada pelo Sicredi Região dos Vales. Em 12 meses de negócios, mais de 500 mil cupons foram distribuídos aos associados e, além dos automóveis, nos meses de janeiro e fevereiro, foram sorteados 21 Notebooks e 21 Smart TVs. No total, foram 63 prêmios distribuídos, totalizando mais de R$ 800 mil em premiação.
Um dos associados contemplados com o automóvel em Encantado, Ademar Zílio (53 anos), falou da satisfação em ter sido um dos premiados. “Fiquei muito feliz. Não estava na festa onde ocorreu o sorteio, mas quando o meu gerente ligou e me deu essa feliz notícia, quase não acreditei. A emoção não tem como mensurar, foi maravilhoso”, afirmou.
A Promoção Aniversário Premiado Sicredi teve como objetivo celebrar e valorizar a parceria com os associados e fez parte das comemorações dos 35 anos da Instituição.
“Com a entrega dos 21 automovéis aos associados ganhadores da nossa Promoção, encerramos o ciclo das comemorações dos 35 anos do Sicredi Região dos Vales. Aproveitamos para agradecer a todos os associados que participaram, que realmente aderiram a toda promoção. E este formato de sorteio possibilitou que todas as nossas agências tivessem associados premiados”, destacou o presidente do Sicredi Região dos Vales, Ricardo Cé.
Compreendem a área de abrangência do Sicredi Região dos Vales os municípios de Anta Gorda, Arroio do Meio, Capitão, Coqueiro Baixo, Dois Lajeados, Doutor Ricardo, Encantado, Guaporé, Ilópolis, Muçum, Nova Bréscia, Putinga, Relvado, Roca Sales, São Valentim do Sul, União da Serra, Vespasiano Corrêa e Vista Alegre do Prata.

sicredi regiao_dos_vales_comemora_1

sicredi regiao_dos_vales_entrega_1sicredi regiao_dos_vales_comemora_3sicredi regiao_dos_vales_entrega_8sicredi regiao_dos_vales_entrega_7sicredi regiao_dos_vales_entrega_5sicredi regiao_dos_vales_entrega_4sicredi regiao_dos_vales_entrega_2sicredi regiao_dos_vales_entrega_3

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Associados lançam movimento em defesa da Certel

E-mail

 

Denominado “Reconstrução”, tem entre seus objetivos garantir a qualidade da distribuição de energia no futuro, salvar o patrimônio e cobrar mais transparência nas ações
Nem todos estão satisfeitos com os rumos da Certel, de Teutônia.Preocupados com o futuro da cooperativa, associados da cooperativa de vários municípios onde a organização atua lançaram no dia 28 de junho, em Teutônia, o movimento “Reconstrução”. Garantir que a Certel Energia possa manter seus serviços com qualidade na distribuição de energia elétrica; resguardar o patrimônio investido pelos associados e estabilizar a situação econômico-financeira das cooperativas – Energia e Desenvolvimento – são alguns dos objetivos. Um dos líderes, Alexandre Marcelo Schneider, que por 25 anos atuou na Certel, afirmou que a situação atual é preocupante e que é necessário que os associados se mobilizem em defesa do patrimônio, que é de todos.”Nosso objetivo é buscar soluções conjuntas para os problemas, que é o espírito do cooperativismo”, enfatizou.
Os mais de 30 presentes – entre os quais conselheiros, líderes de núcleo da cooperativa e lideranças comunitárias – relataram diversas situações para as quais, segundo eles, é preciso mais transparência por parte dos gestores. Este, aliás, é outro objetivo da mobilização, que busca ainda ampliar a participação de segmentos do quadro social que hoje ainda não estejam representados; montar um plano de trabalho transparente, que possa ser acompanhado pelo quadro social, e preparar a cooperativa para o futuro. “Um dos principais focos é mais transparência”, reforçou Schneider. O encontro serviu para oficializar o movimento e, a partir de agora, serão buscadas novas adesões em torno de suas propostas.
Para Schneider, a Certel não adota mais os preceitos do cooperativismo, distanciou-se deles, o que motivou seu desligamento da cooperativa e a criação do movimento. Ele lembra que sábado, dia 1º de julho, é o Dia Internacional do Cooperativismo e, por isto, os associados da Certel não podem deixar que ela perca esta essência. Apresentando números da situação atual da organização, ele é enfático: “Ainda está em tempo de salvar o patrimônio da Certel Desenvolvimento e evitar que a Certel Energia siga o mesmo caminho”. Depois deste, novos encontros serão marcados, com a participação dos associados, ampliando e fortalecendo a mobilização.
Participaram da reunião desta quarta-feira, em Teutônia, representantes de municípios como Teutônia, Boa Vista do Sul, Santa Clara do Sul, Westfália, Boqueirão do Leão, Canudos do Vale, Lajeado, Tupandi, Barão, Forquetinha, Poço das Antas, Progresso e Travesseiro.

associados lancam_movimento

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Vespasiano Corrêa forma mais 45 alunos no Proerd

E-mail

 

A Brigada Militar (BM) de Vespasiano Corrêa formou, no dia 30 de junho, mais uma turma de jovens com o compromisso de não entrar no mundo das drogas. A solenidade foi realizada nas duas escolas, quando 45 alunos formaram-se no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd).
Do Ensino Infantil, foram 25 crianças de 4 a 6 anos; já no Ensino Fundamental foram outros 20 alunos, de 9 a 12 anos, da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Tempo de Aprender e da Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Esperança.
As aulas foram ministradas pelo sargento da Brigada Militar Paulo Brando, que durante três meses explicou o conteúdo aos alunos. “Cabe salientar que, nesses 180 anos de história da Brigada Militar, a corporação tem se notabilizado por apoiar integralmente a população gaúcha utilizando seu envolvimento em projetos sociais, políticos e os programas como Proerd. A prevenção primária de uso de drogas tem como destaque a resistência à violência na nossa sociedade, assim fazendo valer os fundamentos da Brigada Militar, que são os principais incentivos”, finaliza o sargento.

vespasiano correa_forma_1vespasiano correa_forma_2vespasiano correa_forma_3

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Trilhos do Viaduto 13 estão fechados para visitação

E-mail

 

Um dos pontos turísticos mais conhecidos do Vale do Taquari está fechado ao público. A decisão de proibir visitas ao Viaduto 13, localizado em Vespasiano Corrêa, partiu da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e teria sido motivada pela segurança.
A ANTT notificou a Rumo Logística sobre a circulação de pessoas na parte superior do Viaduto 13, na parte onde estão os trilhos. Em nota, a Rumo Logística ressaltou que a circulação de pessoas e veículos não autorizados, bem como a prática de esportes radicais no local é proibida. “O local é área operacional, destinado exclusivamente ao transporte de cargas e não deve ser utilizado sem autorização da Rumo e da ANTT”. No documento, a empresa ainda afirma que o boato de que a ANTT teria multado a Rumo em R$ 500 mil não procede, ao contrário do que tem circulado nas redes sociais.
O local recebe cerca de mil visitantes por final de semana. Para bloquear a passagem, cargas de terra foram colocadas, criando obstáculos aos pedestres. Segundo informações da empresa, diversos casos de retardamento da operação ferroviária ocorrem por conta do grande fluxo de pessoas sobre a ferrovia. Com esta decisão, guardas foram destacados ao local para barrar a circulação de pessoas não autorizadas.
O presidente da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), Rafael Fontana, destaca que a decisão não afeta diretamente o projeto do Trem Turístico. “Não muda nada nesta questão. Qualquer atividade a ser realizada nos trilhos deve ter liberação da Rumo, já que ela é a responsável pelo local, e, em caso de acidentes, eles também podem ser responsabilizados, mas estamos trabalhamdo para normalizar a situação e conseguirmos esta liberação”, explica.
O prefeito de Vespasiano Corrêa, Marcelo Portaluppi, acredita que um dos grandes motivos que resultou nesta intervenção é a prática de esportes radicais no local. “É praticamente impossível impedir o acesso ao local. Existem outros meios de acesso, outros viadutos para circular. Inclusive, existem grupos que fazem caminhadas entre os municípios somente pelos trilhos”, explica.
Portaluppi diz que não foi notificado oficialmente sobre esta interdição, mas acredita que a medida é temporária. “Estamos enviando um ofício à Rumo, para tentar sensibilizar a empresa da importância do local para nós, já que ela movimenta o turismo e a economia”, pontua. O prefeito ainda destaca que a interdição não ocorre em todo o local. “O que está proibido é o acesso aos trilhos, lá no alto. Mas existe um parque, com campings, com belas paisagens, lugares para caminhar que pode ser visitado. É um lugar muito bonito”, frisa.

O Viaduto 13
Localizado entre os municípios de Vespasiano Corrêa e Muçum, o Viaduto 13, existente na Ferrovia do Trigo. A denominação 13 tem sua origem no fato de ser o 13º de uma sequência de viadutos que se inicia em Muçum.
Construído pelo 1º Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro, a obra foi inaugurada em 19 de agosto de 1978, pelo então presidente Ernesto Geisel. Com 143 metros de altura e 509 de extensão, é o maior viaduto ferroviário das Américas e o terceiro maior do mundo, superado apenas pelo Viaduto Mala Rijeka, em Montenegro, de 198 metros de altura, e a ponte de Beipanjiang, na China, que possui uma altura de 275 metros.

trilhos do_viaduto_1trilhos do_viaduto_2trilhos do_viaduto_3

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Página 10 de 104