Jornal Antena - Encantado RS

Saturday, Apr 04th

Last update03:55:21 PM GMT

Você está na seção:

Vale do Taquari

Crescimento coloca Sicredi Região dos Vales em posição de destaque

E-mail

 

Na quarta-feira, dia 14, os associados do Sicredi Região dos Vales de Encantado, participaram da assembleia da instituição financeira que apresentou o relatório de gestão, a prestação de contas do exercício de 2017, os benefícios gerados aos associados, as ações do Sicredi em prol do desenvolvimento das comunidades e demais assuntos de interesse do quadro social.
Os gerentes das agências locais Roni Botega e Fábio Pretto apresentaram os números de suas agências e as ações comunitárias onde o Sicredi esteve presente. Já o diretor Executivo, Roberto Scorsatto mostrou os resultados compartilhados e a evolução da cooperativa que teve um crescimento médio em Ativos Administrados e Patrimônio Líquido de 17% em relação a 2016. Esse e outros indicadores colocou o Sicredi Região dos Vales como uma das cooperativas mais eficiente do Sistema Sicredi.

crescimento coloca_sicredi

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Ministério do Turismo garante recursos para o Caminho do Pão e Vinho

E-mail

 

No dia 21 de fevereiro, lideranças do Vale do Taquari e Serra Gaúcha estiveram reunidas em audiência pública com o ministro do Turismo, Marx Beltrão, em Brasília, acompanhados dos deputados Alceu Moreira e Edson Brum. Na pauta, a pavimentação da Rota Turística “Pelos Caminhos do Pão e do Vinho”.
Na ocasião, houve a entrega da documentação inscrita no SICONV, do Governo Federal, para o Ministério do Turismo sob o nº 012 862/18, através do CONSISA Vale do Taquari. O pedido foi reforçado para que a proposta seja empenhada ainda neste ano, visto que é muito importante para a Região.
Beltrão garantiu que parte dos recursos solicitados, no valor de R$ 80 milhões, estão no orçamento de 2018, porém falta definir o valor que será empenhado para esse ano. O MTur, no ano passado, já havia se comprometido em incluir a pavimentação nos projetos da pasta.
Nos próximos dias o ministro do Turismo irá agendar reunião com o Ministério do Planejamento para tentar incluir o projeto no PAC do Governo Federal no orçamento geral da União. Juntamente com os deputados presentes, buscará formas de garantir o valor para iniciar uma parte do trecho ainda este ano. O trabalho é contínuo, etapa por etapa, pois as demandas no MTur são maiores do que os recursos disponíveis.
Conforme o presidente da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (AMTURVALES), Rafael Fontana, “esse é mais um dos projetos importantes do Vale do Taquari, mas não é o único. Estamos dando sequência para que se consiga dotar de infraestrutura e fortalecer o turismo da Região”, destaca.
Para o prefeito de Muçum, Lourival Seixas, que juntamente com os demais prefeitos faz a articulação politica para viabilizar os recursos, “este pleito é uma demanda antiga das duas regiões e precisamos ser insistentes para que aconteça a participação financeira no Ministério do Turismo, e para isso temos todo o empenho dos nossos líderes políticos que representam a região”, ressaltou.

A integração entre a Serra e a Região dos Vales

A Rota Turística “Pelos Caminhos do Pão e Vinho” integra o Caminho dos Moinhos e o Vale dos Vinhedos, envolvendo diretamente os municípios de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul, Santa Tereza, Roca Sales, Muçum, Encantado, Doutor Ricardo, Anta Gorda, Ilópolis e Vespasiano Corrêa.
Juntos, os dez municípios que compõe a Rota Turística têm mais 166 mil habitantes e um PIB superior a 6 bilhões de reais. Do município de Santa Tereza até Anta Gorda, o trecho que deverá ser asfaltado tem 61 km de extensão. Nele circulam cerca de 800 veículos por dia. A obra facilitará o escoamento da produção nos mais diversos setores econômicos, como aves, suínos, móveis, leite, ração, cereais, grãos, frutas, legumes, bebidas e alimentos e gerará incremento de impostos.
Por ano circulam cerca de um milhão e quatrocentos mil turistas que visitam ou desfrutam de 418 empreendimentos turísticos.

“Esse é mais um dos projetos importantes do Vale do Taquari, mas não é o único.”
Rafael Fontana - Presidente da Amturvales

Presenças
Participaram da audiência, além do presidente da AMTURVALES, o prefeito de Encantado e presidente do CONSISA, Adroaldo Conzatti, prefeito de Roca Sales, Amilton Fontana e vereadores do município, secretário executivo do CONSISA, Nilton Rolante, prefeito de Ilópolis, Edmar Rovaschi, prefeito de Anta Gorda, Celso Casagrande, prefeita de Doutor Ricardo, Catea Rolante, prefeito de Santa Tereza, Gilnei Fior, prefeito de Relvado, Odi Lorenzini e o prefeito de Arroio do Meio, Klaus Schnack.

ministerio do_turismo_garante

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Condições das ERS-129 e 130 preocupam motoristas e pedestres

E-mail

 

Buracos, desníveis e falta de sinalização são problemas comumente encontrados em diversas estradas. Na ERS-129 e ERS-130, no entanto, estes contratempos têm promovido críticas por parte dos motoristas e pedestres que utilizam as rodovias.
Há meses, a população vem questionando as condições das vias. A indignação da comunidade aumentou quando, em outubro de 2017, a tarifa do pedágio teve um reajuste que chegou a 34,61%, passando de R$ 5,20 para R$ 7 para veículos de passeio. Na mesma época, a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), que gerencia a via, anunciou que com o aumento nos valores iria realizar a recuperação das estradas.

Indignação e preocupação
Recentemente, um leitor do jornal Antena entrou em contato com a redação para relatar um fato ocorrido nestes locais há poucos dias. “Eu estava indo trabalhar e na minha frente havia um casal em uma motocicleta, provavelmente, a caminho do serviço. Em determinado ponto, antes de chegar à Igreja do Pinheirinho, em Encantado, o casal tirou ‘dois dedos’ de um buraco enorme. Fico pensando se este casal chegasse a cair e se acidentar, quem seria o responsável por isso?”, indaga.
Henrique* (nome fictício) reside em Muçum, mas trabalha em Encantado, e frequenta a universidade em Lajeado, então, transita pelo trecho Muçum/Encantado com frequência, e pode complementar o relato que o leitor acima descreveu. “Há diversos pontos com má sinalização (falta dos sinalizadores na via), muitos buracos, normalmente nos mesmos locais. Quando ocorre o reparo, ele é temporário. Existe uma grande diferença e nível nas pontes sobre o Rio Guaporé e sobre o Arroio Jacaré.
Nesta última, a sensação é de que a roda do carro vai quebrar toda vez que passo. Falta de sinalização e adequação nos acessos ao bairro Barra do Guaporé e construção de um acesso na Rua Estrada Equador (local de saída de caminhões). Falta um acesso adequado para o bairro onde está localizada a empresa Agras. O acostamento tem desnível (o que é proibido, segundo o DAER), possui material solto, ou seja, não é utilizável na maior parte do trecho. Outro problema crônico está na curva próximo ao cemitério da Barra do Guaporé.
Na ocorrência de chuvas fortes, a água invade a pista devido ao mau escoamento nas laterais podendo provocar acidentes, além disso , tem a questão da falta de acesso para pedestres nas duas pontes, caso que já levou a acidentes nos locais”, argumenta.
Melhorias já começaram
Durante o mês de janeiro, a EGR deu início às melhorias e reformas dos trechos. Por meio de sua assessoria de comunicação, a empresa afirmou que já vem realizando obras nas rodovias vinculadas à Praça de Encantado. “Duas empresas foram contratadas para a execução das obras. Ambos os contratos, que iniciaram em novembro de 2017, têm duração de 12 meses, somando o investimento de mais de R$ 16 milhões”.
Segundo a EGR, em Encantado estão sendo realizados “reparos profundos, para melhorar a condição estrutural do pavimento. A nota ainda explica que na ERS-129, entre os kms 67 ao 126, a manutenção está sendo executada através da empresa Encopav, onde serão investidos mais de R$ 10 milhões. Para o trecho da ERS-130, entre os kms 69 ao km 97, a recuperação da via está sendo executada pela empresa Conpasul, com investimento de mais de R$ 6 milhões.

condicoes das_ers_2condicoes das_ers_1

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Festa dos Reis: Tradição, cultura e fé

E-mail

 

O “Dia de Reis”, ou “Dia dos Santos Reis”, comemorado em 6 de janeiro, tem origem na tradição católica que lembra o dia que Jesus Cristo, recém-nascido, recebeu a visita de três Reis Magos: Belchior, Gaspar e Baltazar, que vieram do oriente, guiados por uma estrela.
O evangelista Mateus narrou o acontecimento: Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra. (Mt, 2,11).
A “Folia de Reis”, grupo que reúne cantadores e instrumentistas para celebrar a data, tem origem portuguesa e chegou ao Brasil no século XVIII. Em Portugal, a manifestação cultural tinha a principal finalidade de divertir o povo. Aqui no Brasil, passou a ter um caráter mais religioso.
Tanto em Encantado, como Roca Sales, Muçum, Doutor Ricardo, Nova Bréscia e Vespasiano Corrêa, grupos foram às ruas visitar famílias para levar mensagens de amor e fé através do canto dos Reis levando emoção às pessoas.
No domingo, dia 07, no Viaduto 13 em Vespasiano Corrêa, grupos de reis participaram de uma celebração eucarística sobre a Festa dos Santos Reis. O encontro, já tradicional, é organizado pelos moradores da comunidade de Lucano Conedera.
Já o Terno de Reis Mensageiros da Paz de Muçum ofertaram R$ 2.510,00, valor que arrecadaram para a Liga Feminina de Combate ao Câncer do município.

festa dos_reis_1festa dos_reis_2

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Página 5 de 104