Jornal Antena - Encantado RS

Tuesday, Jan 16th

Last update02:41:02 AM GMT

Você está na seção:

O ano de 2017 não foi fácil devido a queda da receita

E-mail

 

Para o prefeito de Vespasiano Corrêa, Marcelo Portaluppi, o ano não foi dos melhores. A receita recuou em função da crise instaurada, o que ocasionou queda na geração de emprego, e com menor poder aquisitivo do povo, menos arrecadação. Em contrapartida as despesas aumentaram principalmente os combustíveis, energia elétrica, mecânica e também na questão da saúde, em que a população exigiu mais principalmente na área de traumatologia.
O município fecha o ano com saldo positivo, mas vale destacar que isso é fruto de reserva de anos anteriores. Neste ano, o investimento foi de pouco mais de R$ 1 milhão com a aquisição das terras para a implantação do projeto ASA da Cosuel, com projetos de eletrificação e pavimentação.
Para 2018, projeta-se um crescimento de 5% do orçamento. E como meta pré-estabelecida tem a reestruturação da rede hídrica da área urbana e a padronização dos passeios públicos. Vamos buscar aumentar a capacidade do reservatório de água mudando a redistribuição da mesma.
“Acredito que em 2018 haja uma evolução e um incremento na economia devido à liberação de algumas emendas parlamentares que injetarão recursos no município para efetuação de algumas obras. No nosso caso temos confirmado e depositado o valor de R$ 250 mil para o calçamento da rua do parque de máquinas até o loteamento Fachinetto que será retomado em breve, e liberado também outro valor de R$ 250 mil para pavimentação. Ambas as emendas são do deputado José Otávio Germano”, conclui o prefeito Portaluppi.

o ano_de_2017

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar