Jornal Antena - Encantado RS

Thursday, Dec 14th

Last update01:58:41 AM GMT

Você está na seção:

Roca Sales

Etapa Estadual de Motonáutica acontece neste final de semana

E-mail

 

As águas do Rio Taquari estarão agitadas neste final de semana, movimentadas pelo esporte, quando Roca Sales sedia a 5º etapa do Campeonato Gaúcho de Motonáutica. O evento ocorre nos dias 25 e 26 de novembro, junto ao Parque Náutico e a Praça Júlio Lengler, localizadas no Centro da Cidade da Amizade. A última vez que Roca Sales recebeu uma etapa do campeonato, foi há cinco anos.
Conforme a coordenadora de eventos do município, Marlisa Sartori Bratti, “durante o sábado e o domingo, a população poderá acompanhar a programação mediante ao pagamento de um ingresso, que terá o custo de apenas R$5”.

Confira a programação:
Sábado, dia 25 de novembro
14h - Treino Oficial
19h - Desfile com as lanchas
20h - Jantar na Specialitá
20h30min - Show Banda Karma na Praça Júlio Lengler

Domingo, dia 26 de novembro
14h- Início das provas

etapa estadual_de_motonautica

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Cidade da Amizade sedia etapa de Motonáutica em novembro

E-mail

 

Depois de cinco anos, Roca Sales volta a movimentar as águas do Rio Taquari em uma etapa do Campeonato Gaúcho de Motonáutica. O evento acontece nos dias 25 e 26 de novembro, quando o município sedia a 5ª etapa da atração.
A programação ocorre junto ao Parque Naútico à praça Júlio Lengler, localizadas no Centro. Conforme a coordenadora de eventos do município “durante o sábado e o domingo, a população poderá acompanhar a programação de forma gratuita”.

Programação:
Dia 25 de novembro
14h - Treino Oficial
19h - Desfile com as lanchas
20h - Jantar na Specialitá
20h30min - Show Banda Karma na Praça Júlio Lengler

Dia 26 de novembro
14h- Início das provas

cidade da_amizade_sedia

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Exporoca e Fecarpa será realizada em março de 2018

E-mail

 

Está agendado para os dias 09, 10 e 11 de março de 2018 a 7ª Exporoca e a 10ª Fecarpa. O anúncio foi realizado no último dia 26, em um coquete à base de peixe, que reuniu autoridades, empresários,comerciantes e produtores de peixes na Sociedade Recreativa e Cultural Rocassalense.
Com o objetivo de impulsionar o comércio, a indústria e a prestação de serviços, os organizadores apresentaram como a feira será estruturada, destacando que a prioridade na locação dos espaços é para as empresas locais, pois a feira busca fomentar a economia do município, colocando-o na vitrine para mostrar suas potencialidades, e uma delas, sem dúvida nenhuma, é a gastronomia, que vem se destacando no âmbito regional, atraindo um grande número de visitantes para Roca Sales.
A feira contará com 54 espaços para expositores, praça de alimentação, restaurantes, feira do peixe, espaço para 15 agroindústrias, palcos para as apresentações locais e para o show nacional, o qual ainda não foi divulgado, mas será uma dupla sertaneja de renome.
O projeto busca recursos da LIC – Lei de Incentivo à Cultura, mas ainda não houve a aprovação. Ele é uma realização da Administração Municipal e CIC – Câmara da Indústria e Comércio de Roca Sales, com a organização da Lume Eventos.
A presidente da festa é a coordenadora de Cultura, Eventos e Turismo, Marlisa Sartori, que ressaltou que várias serão as atrações do evento envolvendo todas as idades, agradando desde o pequenino até a terceira idade. Para isso contará com o apoio dos expositores, como no caso de um desfile de modas, sorteios de brindes, oficinas de gastronomia realizada pela Emater/RS-Ascar.
O prefeito Amiltom Fontana destacou que a feira é uma oportunidade de divulgar e fortalecer o comércio e os empreendimentos locais, ressaltando que Roca Sales é conhecida por sua produção de peixe, onde há mais de 200 criadores de peixe que produzem cerca de 80 mil quilos por ano, sendo a carpa um dos principais peixes. “Temos muito a oferecer e este grande evento será uma vitrine regional”. Destacou ainda outros eventos que a administração realizará nos próximos meses.
Já a presidente da CIC, Grasiele Cofferi, destacou que este evento vem ao encontro das metas da entidade, fomentar a economia local.
O lançamento oficial da festa com a programação completa será no mês de janeiro. A entrada será gratuita e será cobrado ingresso somente no show nacional.

exporoca e_fecarpa_sera

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Roca Sales e Muçum irão viabilizar casas moradores de loteamento irregular

E-mail

 

Uma questão antiga que envolve os municípios de Roca Sales e Muçum começou a ser resolvida. O loteamento irregular localizado às margens do Rio Taquari, no limite entre os dois municípios, já virou objeto de Ação Civil Pública. Agora, os municípios parecem ter entrado em um acordo.
Em parceria, os municípios irão resolver o problema. A Administração Municipal de Muçum irá doar o terreno, e a Administração Municipal de Roca Sales irá construir as casas. A parceria foi feita com o intermédio da Justiça e da Promotoria Pública.
Conforme o prefeito de Roca Sales, Amilton Fontana, um levantamento está sendo feito para apurar dados sobre os moradores do local. “São cerca de 22 famílias que residem no local, mas este levantamento irá mostrar quantas delas precisam do auxílio das Administrações para a construção das casas e quantas delas podem construir sozinhas suas moradias”, explica.
O terreno doado pelo município de Muçum está localizado no bairro Jardim Cidade Alta, e a preparação do terreno já teve início. As casas populares já possuem projeto, e terão cerca de 49m² cada. A parceria prevê que sejam construídas duas casas por ano.
O prefeito de Muçum, Lourival de Seixas, diz que o problema das casas irregulares existe há anos, e espera que agora ele seja resolvido. “Neste tempo, vamos tentar também verbas federais, para viabilizar a infraestrutura dos terrenos e as casas populares para a população de Muçum”, frisa.
Fontana se mostrou satisfeito com a solução. “É um problema social que existe há anos. Estas casas correm o risco de desabar, então também é um problema de segurança. Todos têm interesse em resolver, e vamos trabalhar para buscar o bem-estar de todos”, explica.

Relembre o caso
Em agosto de 2016, o Ministério Público de Encantado ingressou com uma Ação Civil Pública contra os municípios de Roca Sales e Muçum para resolver a questão. A ação buscava resolver dois problemas. “Um deles é a questão das pessoas que moram em condições precárias naquele local. O outro trata de um problema ambiental, já que muitas das casas estão localizadas em uma Área de Preservação Ambiental (APP)”, explicou, à época, o promotor André Prediger, autor da ação.
Prediger, à época, destacou também que a intenção era o bem-estar de todos. “Aquelas moradias possuem risco iminente de desabamento e desmoronamento. Queremos qualidade de vida e segurança para os moradores e todos que circulam pelo local, e também buscamos a proteção e a preservação do meio ambiente”, enfatizou.
A questão já tramitava na Justiça há mais de uma década, e responsabiliza os dois municípios por envolver ambos. Geograficamente, o loteamento pertence a Roca Sales, mas muito de seus moradores utilizam-se de serviços públicos ofertados por Muçum.

roca sales_e_mucum_irao

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Página 1 de 64