Jornal Antena - Encantado RS

Wednesday, Feb 26th

Last update03:55:21 PM GMT

Você está na seção:

Coluna do Pedro Silveira - Edição 283

E-mail

 

 

O tesouro municipal de Encantado deve estar “nadando” em dinheiro

Na sessão do Legislativo Encantadense realizada em 27 de junho de 2016, por unanimidade, concederam-se reajustes para o Presidente da Câmara, para Prefeito e Vice-prefeito e para o secretariado, com os seguintes percentuais, respectivamente: 12,04%, 61,64% 23,50% e 47,80%. Traduzindo: Presidente da Câmara perceberá a partir de janeiro 2017, R$7.362,64, os secretários do município R$8.965,00, prefeito municipal R$19.923,80 e o vice-prefeito R$11.923,00. Acauteladamente os edis não aumentaram seus subsídios. Ora, quando em todas as administrações públicas, quer municipal, estadual e do governo central, há uma enorme batalha visando à contenção das despesas públicas, tanto assim é que a administração federal apresentou ao Congresso Nacional a Emenda Constitucional -PEC 241, que, em síntese, busca conter os gastos públicos, dentro da máxima: “ Não gastar o que não tem”. O mesmo ocorre nas administrações dos estados e dos municípios. Para tecer uma comparação neste tema, pesquisei -via Internet- os aumentos concedidos para o período de 2017/2020 de algumas administrações desta região. Recolhi estes dados: Município de Lajeado { diga-se, de passagem, bem maior de que o nosso] concedeu para funcionários, prefeito, secretários e vice-prefeito aumento de 8% [oito por cento]; Município de Estrela reajuste de 5,58% [cinco ponto cinquenta e oito por cento]. Arroio do Meio aumentou em 0,84% [menos de um por cento] os vencimentos de prefeito, vice-prefeito e secretários.
Cabe destacar que o Governador do Estado tem uma remuneração mensal de R$17.344,17, enquanto a partir de janeiro/2017 o nosso prefeito embolsará R$19.923,80, quer dizer: o prefeito municipal de Encantado terá uma remuneração maior que o próprio governador, por certo na administração de Encantado, as dificuldades para executá-la, os imensos e insuperáveis problemas são bem maiores daqueles que o governador Sartori tem.
Nessa mesma linha de contenção de despesas, o prefeito municipal de Santa Cruz do Sul reduziu seus vencimentos de R$34.200,00 para R$26.600,00. Relativamente aos ganhos dos secretários, todo secretário da administração municipal daqui vai ganhar R$8.965,00, enquanto seu colega de Estrela receberá R$7.700,00 e de Arroio do Meio R$5.526,00. Diante desses indesmentíveis números, somente nessas três rubricas, o tesouro municipal desembolsará mensalmente R$121.496,30, equivalendo a importância anual de R$ 1.457.955,60 [ um milhão, quatrocentos e cinquenta e sete mil, novecentos e cinquenta e cinco reais e sessenta centavos]. Por tudo isto o título deste comentário é adequado: O tesouro municipal deve estar “nadando” em dinheiro.

Para a próxima edição do Antena
Pretendia me referir à notícia publicada na edição de 22.10.2016 do Jornal Antena, pois entendo que os ventos benfazejos da Operação Lava Jato sopraram na Comarca. Porém, como o espaço na mídia escrita deve ser distribuído com muita razoabilidade e, não posso abandonar o CANTO DA POESIA, um espaço cultural doado pela magnitude da direção do Jornal, então, deixo para próxima edição comentar a Lava Jato.

Seu olhar

 

Há quem diga que seu olhar é triste
Eu digo que não,
Seu olhar é poesia e insiste
Para que eu olhe você, não o chão.

Sem palavras, sem nada a dizer,
Seu olhar já me diz tudo,
E não querendo saber,
Prefiro ficar mudo.

Olho nos seus olhos a fundo,
Vejo seu doce encanto
Cá no meu mundo,
Penso, que belo recanto.

Seu olhar se torna distante,
Talvez, em mil pensamentos
Como poetisa pensante
Muitos versos de momentos!

Assim, seu olhar de sonhadora
Traz uma candura sem par,
Por querer uma amizade duradoura,
Venha, um abraço vou lhe dar.

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar