Jornal Antena - Encantado RS

Friday, Feb 28th

Last update03:55:21 PM GMT

Você está na seção:

Diego Pretto

Coluna Diego Pretto - Edição 312

E-mail

 

Transporte escolar: após duas reuniões lotadas de mães, pais e alunos, os vereadores se reuniram com o prefeito para sugerir ações que possam melhorar a situação imposta pelo zoneamento escolar. O prefeito fez suas considerações e explanou algumas mudanças que ocorrerão para facilitar o acessodos alunos. Durante os próximos dias, serão apresentadas as novas regras para o transporte escolar que foram apresentadas durante a reunião.
Emendas ao transporte escolar: no ano passado, ficamos dois meses debatendo a situação proposta pelo Executivo. Acredito que, se o prefeito encaminha uma matéria que seria da competência dele ao Legislativo, ele espera que os vereadores encontrem melhorias. Propusemos especialmente que só houvessem mudanças no transporte escolar se a escola tivesse o turno integral implantado. Também propusemos que os alunos que estivessem na rota do ônibus escolar pudessem utilizá-lo, propusemos que o ônibus pudesse ser usado por todos alunos daquelas escolas específicas que o coletivo atendesse. Propusemos também, que os alunos que tivessem uma rodovia entre sua casa e a escola não perdessem o direito de utilizar o coletivo.
Quatro empregos: em audiência com o prefeito, fiquei sabendo que geramos quatro novos empregos em Encantado no último ano. Ou seja, entre admitidos e dispensados, a massa de trabalhadores cresceu em quatro pessoas. Na conjuntura atual e vendo que nos últimos anos as empresas estavam demitindo mais que admitindo, este número por si só demonstra que este decréscimo de vagas de trabalho que era a tendência nos últimos anos estagnou. Porém, também demonstra que nossa cidade está carente de novos empreendimentos e de novos postos de trabalho.
Comissão de Desenvolvimento: propus, na última semana, a constituição de uma Comissão Especial de Desenvolvimento, onde seriam convidados a participar empreendedores dos setores industriais, do comércio e de serviços para debaterem as suas dificuldades setoriais, possíveis soluções e de que forma poderíamos alavancar o crescimento das empresas a partir da intersetorialidade. Acredito que em muitos casos não há competição entre as empresas de um mesmo setor e, que se houvessem parcerias, poderíamos fortalecer nossa economia e gerar novos negócios e novos empregos.
Reflexões: tenho conversado com lideranças de diversos partidos em muitas cidades e vejo o quanto nos acomodamos por sermos uma região de produção agroindustrial que sempre preferiu não ter seus representantes para usufruir de todos agentes públicos sem tomar partido. Assim, teremos cincopedágiosaté Porto Alegre por 60 anos, não temos o terminal da ferrovia Norte/Sul em Roca Sales e veremos nossas potencialidades econômicas tolhidas pela gana arrecadatória de um estado que não nos representa. Ainda mais, teremos as eleições distritais para deputados estaduais e federais em 2022 sem lideranças que representem os anseios das comunidades do Vale e do setor produtivo. Assim, sofreremos uma “seca” de emendas parlamentares e recursos federais que serão, inexoravelmente, drenados para as regiões que já têm seus representantes, e que sabedores das novas regras eleitorais,priorizarão suas regiões onde poderão ser novamente eleitos. Esta é a hora para nos organizarmos e encontrarmos o caminho como região e como importante área do desenvolvimento econômico do nosso estado.

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Página 6 de 11